Suplente toma posse na Câmara de Juruaia

Publicado em 12/02/2018 - legislativo - Da Redação

Suplente toma posse na Câmara de Juruaia

No dia 05 de fevereiro, o Poder Legislativo de Juruaia realizou a sua primeira reunião ordinária em 2018. A volta ao trabalho aconteceu com novidade. O suplente Nardo do João Madeira (DEM) assumiu a cadeira da vereadora Dedel, que assume cargo na administração municipal. Destaque ainda para intenso debate sobre a necessidade de aumento salarial aos servidores. 

SUPLENTE TOMA POSSE

Foi feita a leitura de ofício protocolizado na Câmara no dia 30 de janeiro de 2018 pela vereadora Izabel Cristina Gonçalves (“Dedel” - PMDB) informando que estaria se licenciando do cargo de vereadora no dia 31 de janeiro de 2018. Desta forma, cumprindo as exigências legais para que possa ocupar o cargo de Secretária Municipal de Indústria, Comércio e Turismo.

Diante do fato, o presidente Edson Joaquim Donizete da Silva (“Edson Ponte Preta” - PSD) procedeu a posse do suplente Ednaldo Alves Madeira (“Nardo do João Madeira” - DEM). Assim, Nardo foi conduzido ao plenário pelos vereadores Ediney Madeira e Rubinho da Macena. Foi conferida toda documentação e Nardo prestou o juramento.

No auditório, familiares da então Secretária Dedel e vereador Nardo prestigiaram o importante momento. Vale destacar um detalhe interessante. Nardo é irmão do também vereador Ediney Madeira. É a segunda “dupla de irmãos” na Câmara de Juruaia, visto que Esmael e Toniel também são irmãos. Toniel ocupa o quinto mandato consecutivo, enquanto que Esmael ocupa o segundo mandato consecutivo. 

No pleito eleitoral de 2016, Nardo conquistou 213 votos e ficou na suplência. Devidamente empossado, ocupou a tribuna para o seu primeiro pronunciamento. Falou de sua alegria e privilégio, agradecendo a Deus pela oportunidade, bem como aos familiares, amigos e eleitores. Manifestou a intenção de fazer aquilo que o povo precisa e merece. 

O vereador e irmão Ediney Madeira também confessou sua imensa alegria, destacando a bondade de Deus. Agradeceu a cada eleitor que votou na sua pessoa e também no seu irmão. Agradeceu também a vereadora Dedel, destacando o seu potencial e inteligência, confiando num grande trabalho à frente da Secretaria. Toniel desejou sucesso à vereadora Dedel, renovando sua confiança no trabalho pela experiência e conhecimento empresarial. Manifestou seu entendimento de que Dedel tomou uma decisão sábia, merecendo todo reconhecimento. Desejou boas-vindas ao novo vereador Nardo. Rubinho da Macena também desejou boas-vindas ao novo colega, manifestando confiança na sua atuação. Agradeceu a colega Dedel pelo companheirismo e desejando boa sorte na Secretaria que assume. Esmael manifestou o orgulho pelo fato de ter 6 vereadores do bairro dos Gomes e duas duplas de irmãos.

DE VEREADORA A SECRETÁRIA

Em seu pronunciamento, a vereadora licenciada e Secretária Dedel justificou que não se despedia da vida pública, mas apenas para atender as necessidades da atual administração. Pediu que os colegas vereadores continuem representando os interesses que ela representa na Casa. Ou seja, os interesses da mulheres, empresárias e colaboradoras. Os interesses da maior força produtiva do município. Dedel afirmou que em 2017 levou o máximo possível o nome de Juruaia para deputados e representantes políticos em Belo Horizonte, Brasília e vários outros lugares. “Votei e pensei sempre na população”, disse. Defendeu uma maior representação da mulher na política do município. Por fim, destacou algumas ações como vereadora, como a instituição da homenagem à mulher trabalhadora, conquista de recursos da ordem de R$ 109 mil (junto à deputada Dâmina Pereira para a compra de uma Van), R$ 15 mil (divulgação do polo da lingerie), instalação de 11 placas de identificação de Juruaia, curso de confeccionador de lingerie pela Fiemg e muitos outros projetos e solicitações. Como Secretária continuará trabalhando buscando, por exemplo, a instalação de agências bancárias no município. Por fim, agradeceu o apoio dos colegas e valorizou a atuação do presidente Edson.

INDICAÇÕES AO EXECUTIVO

O vereador Ediney Alves Madeira (PP) solicitou a colocação de sinalização com nomes de ruas no loteamento do Sr. Dair do Demellos. Justificou que foram instaladas placas indicativas nas ruas principais, restando as travessas. Também pediu a colocação de dois caminhões de terra ou cascalho no terreiro do Sr. João Bicicleteiro, no bairro Areias.

O vereador Paulo Pereira Alves (“Paulo do Roque” - PP) solicitou a instalação de um redutor de velocidade em frente a oficina do Sr. Lourivan, na entrada do bairro Matias Bueno.

O vereador Esmael Alves da Trindade (“Maé” - PSDB) solicitou que sejam feitos devidos reparos na estrada do bairro Guiné ao bairro Barro Preto, nas proximidades da propriedade do Sr. Renato, tendo em vista que os ônibus escolares estão “raspando” na estrada devido a uma grande valeta que se encontra neste local.

POSTES DE ILUMINAÇÃO

Através de requerimento, o presidente Edson Joaquim Donizete da Silva (“Edson Ponte Preta” - PSD) solicitou o encaminhamento de um abaixo-assinado ao Executivo Municipal para tomar as devidas providências em regime de urgência. O documento diz respeito ao pedido de colocação de dois postes públicos visando melhorias na rede elétrica de determinado bairro.

PROJETOS APROVADOS

Foram aprovados por unanimidade, em turno único:

- projeto de Resolução dispondo sobre o calendário de reuniões da Câmara Municipal de Juruaia para o ano de 2018;

- projeto de Resolução dispondo sobre reajuste de 3% nos vencimentos dos servidores da Câmara Municipal;

- projeto de Lei dispondo sobre o reajuste em 2,94% no subsídio do prefeito, vice-prefeito e Secretários Municipais;

- projeto de Lei dispondo sobre o reajuste em 2,94% no subsídio do presidente e vereadores da Câmara Municipal.

AUMENTO SALARIAL DOS SERVIDORES

Os vereadores acabaram debatendo, longa e intensamente, projeto de Lei que foi apresentado, mas que somente será apreciado na próxima reunião. O projeto de Lei vista a instituição do auxílio alimentação no valor de R$ 100,00 considerando o vencimento do servidor público municipal em até R$ 1.900,00/mensais. Por se tratar de matéria (reajuste ou aumento salarial aos servidores) que foi amplamente discutida durante o ano passado, segue apenas uma breve manifestação de cada vereador que opinou a respeito. Até porque a matéria deverá voltar num próxima reunião para apreciação e votação em definitivo.

Ediney Madeira declarou que, como funcionário público, gostaria votar por um reajuste maior. Porém, como isto não foi possível, manifestou ser melhor os 3% nas mãos dos servidores do que nos cofres da prefeitura. Lembrou projeto de Lei assinado por todos os vereadores reivindicando um aumento salarial de pelo menos 12%.

Toniel reconheceu o projeto de 3% não atende as necessidades, de acordo com o anteprojeto votado anteriormente. Porém, afirmou que os 3% de aumento abrange todas as categorias da prefeitura. Além disso, a folha de pagamento da prefeitura fechou 2017 com praticamente 50% do orçamento. Reconheceu que votou o anteprojeto de 12% apenas para “não ser apedrejado”, mas sabendo que seria impossível acontecer porque estaria superando o limite legal de 54%.

Rubinho da Macena lembrou reunião ocorrida para discutir sobre o salário, quando foi sugerida a cesta básica. Mas, entre as opções, o prefeito decidiu pelo auxílio de R$ 100,00, dando liberdade de utilização para o servidor.

Antônio Carlos “Tal” considerou que o caminho para solucionar o impasse com o salário dos servidores é a reestruturação de cargos. Com isso, sendo possível conceder a porcentagem diferenciada para cada cargo. Reconhece que o auxílio alimentação ajuda, mas desde que seja mudada uma parte do projeto. Também considerou que o auxílio é uma “hora extra disfarçada”, não havendo benefício ou garantia futura.

Esmael Alves da Trindade cogitou “algo errado”, pois os servidores estão recebendo menos e a folha de pagamento está em quase R$ 1 milhão. Além disso, houve um aumento na receita da prefeitura. Contou que conversa diariamente com os funcionários e observa a situação. Lembrou que o então vereador e atual vice-prefeito pedia 30% sobre as horas extras, mas hoje é apresentado um aumento de 3% ou 0,6% de ganho real.

OUTROS TEMAS DEBATIDOS

O vereador Toniel Alves da Trindade (PMDB) valorizou os eventos promovidos pela prefeitura no final do ano e aniversário da cidade que atenderam a expectativa da população. Em seguida, também lembrou promessa de campanha do atual governo no sentido de promover melhorias na área de saúde. Hoje, afirmou com total segurança que esta promessa já foi cumprida. Mas conheceu a existência de falhas normais, sendo impossível de oferecer 100% daquilo que as pessoas precisam. Também elogiou a parceria e acordo entre a prefeitura e hospital, aumentando o repasse do município e dando uma sustentação mais justa e equilibrada no funcionamento do pronto socorro. O repasse mensal foi aumentado de R$ 120 mil para R$ 135 mil. Além disso, R$ 5 mil se refere ao pagamento de dívida de R$ 60 mil com os médicos Dr. Rubens, Dr. Milton e Dr. Luiz Alberto.

O vereador Antônio Carlos Gonçalves Marques (“Tal” - PSDB) lembrou luta desde o ano passado a respeito do Banco do Brasil, ressaltando a dificuldade de todos, mas principalmente dos aposentados que precisam buscar atendimento em Muzambinho e Guaxupé todo o mês. Sem os correios no município, afirmou que a situação está ficando crítica. Assim, pediu empenho de todos para que este impasse seja superado. Em seguida, também elogiou a saúde do município, afirmando que a melhoria ocorre de longa data. Mas lembrou que o então vereador e atual vice-prefeito defendia um repasse de R$ 180 mil, o que não vem acontecendo. O vereador ainda cobrou a retomada das obras de ampliação da creche, ressaltando a dificuldade enfrentada pelas famílias. Questionou a situação precária das estradas rurais, defendendo uma ação emergencial. Cobrou maior apoio ao setor cultural e também para solução de problema de iluminação no bairro Barra Mansa. Terminou valorizando os voluntários da Festa de São Sebastião.

O vereador Antônio Carlos de Paula (“Tunico Paula” - PRB) cumprimentou os colegas e agradeceu pelos eventos realizados no final do ano.

O vereador Ednaldo Alves Madeira (“Nardo do João Madeira” - DEM) anunciou que estará fazendo seus pronunciamentos e trabalhando. Agradeceu os fiscais e destacou obras realizadas no bairro dos Gomes, na cidade e no município de uma forma geral. Reconheceu os problemas nas estradas rurais, mas lembrou situação pior em anos anteriores. Afirmou que o prefeito está trabalhando pelo povo.

O vereador Paulo Pereira Alves (“Paulo do Roque” - PP) questionou a coleta de lixo no bairro Barra Mansa, pedindo providências a respeito. O presidente Edson informou que buscou informações a respeito, sendo que os moradores devem deixar o lixo nas residências. Paulo também indagou sobre a existência ou não de um servidor para fazer a faxina no velório.

O vereador Rubens Donizete do Nascimento (“Rubinho da Macena” - PSB) agradeceu a Deus pelo ano que passou, desejando um bom ano de trabalho em prol da população. 

O vereador Esmael Alves da Trindade (“Maé” - PSDB) questionou a citada melhoria na área de saúde, pois as reclamações são diárias. Também criticou a falta de apoio ao esporte.

O presidente Edson Joaquim Donizete da Silva (“Edson Ponte Preta” - PSD) agradeceu a Deus por mais um ano que se inicia. Parabenizou o pronunciamento do colega Ediney agradecendo a presença de sua mãe no auditório. Também parabenizou o novo vereador pela posse, afirmando que a Casa é dos nove vereadores e não do presidente. Afirmou que todos tem direitos iguais e se colocou à disposição do colega. Elogiou a pessoa do ex-vereador João Madeira, pai dos atuais vereadores Ednaldo e Ediney. O presidente Edson também valorizou o trabalho da Câmara em prol de Juruaia, inclusive destacando apoio no aumento do repasse ao hospital através de emenda apresentada pelos vereadores. Justificou viagens dos vereadores, afirmando que se trata de trabalho por Juruaia. Acredita que as emendas prometidas somam quase R$ 1,5 milhão. “A Câmara é parceira do município de Juruaia”, disse.