Barragens da região estão na pauta de reunião do CBH Mogi/Pardo em Poços, afirma muzambinhense

Publicado em 11/02/2019 - regiao - Da Redação

Barragens da região estão na pauta de reunião do CBH Mogi/Pardo em Poços, afirma muzambinhense

Poços de Caldas, MG – Está programada para acontecer na próxima quinta-feira (14), na Câmara de Vereadores, a primeira reunião ordinária do Comitê de Bacia Hidrográfica dos Afluentes Mineiros dos Rios Mogi-Guaçu e Pardo (CBH Mogi/Pardo). Dentre os assuntos a serem deliberados está a situação das barragens de rejeitos sob a responsabilidade da Indústrias Nucleares Brasileiras (INB) e Alcoa.

Segundo Murilo Bueno Gonçalves, presidente do Comitê, as duas empresas foram oficiadas, juntamente com a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), para que apresentassem dados sobre a situação desses locais de contenção.

“O Comitê faz parte do sistema nacional de direcionamento dos recursos hídricos, composto de pessoas que têm interesse no uso da água, como representantes do poder público, da sociedade, usuários. Discutimos em nossas reuniões as questões relacionadas à gestão deste bem, seus conflitos, a cobrança desses recursos, aprovação de outorgas, entre tantos outros assuntos concernentes à agua. Somos 27 municípios no entorno dos afluentes dos rios Mogi-Guaçu e Pardo. E, nesta nossa primeira reunião de 2019, vamos abordar a questão das barragens de rejeitos, em especial as da INB, em Caldas, e Alcoa, em Poços”, explica ele.

Gonçalves comenta que o assunto já tinha sido discutido na reunião de dezembro do ano passado, antes mesmo do desastre ambiental da barragem da Vale, em Brumadinho-MG.

“Já tínhamos a preocupação sobre esta questão das barragens, como estão sendo feitos acompanhamentos e fiscalizações, e então enviamos ofícios às empresas da região para que estivessem conosco nesta reunião e dessem esclarecimentos. Nossa inquietação não é apenas com um possível rompimento, mas também com vazamentos, que podem contaminar recursos hídricos, deixando a população prejudicada. Oficiamos ainda órgãos ambientais, pedindo respaldo deles para que, posteriormente, façamos visitas a essas barragens e verifiquemos in loco o que nos será apresentado pelas empresas durante a reunião”, finaliza o presidente.

O CBH Mogi/Pardo abrange uma população de 410.687 mil habitantes, compreendendo os municípios de Albertina; Andradas; Arceburgo; Bandeira do Sul; Bom Repouso; Borda da Mata; Botelhos; Bueno Brandão; Cabo Verde; Caldas; Campestre; Estiva; Guaranésia; Guaxupé; Ibitiúra de Minas; Inconfidentes; Ipuiúna; Jacutinga; Monte Santo de Minas; Monte Sião; Munhoz; Muzambinho; Ouro Fino; Poços de Caldas; Santa Rita de Caldas; Senador Amaral; Tocos do Moji.

Na gestão 2018-2020 a diretora é composta pelo presidente Murilo Bueno Gonçalves, vice-presidente: Flavio Florentino Bocoli, secretária executiva Maria Teresa Mariano, secretário adjunto Adriano Sabino Barbosa e mais 80 conselheiros, dentre titulares e suplentes.


Delma Maiochi

[email protected]