Prefeitura de Juruaia e Hospital assinam contrato para 2018

Publicado em 14/01/2018 - regiao - Da Redação

Prefeitura de Juruaia e Hospital assinam contrato para 2018

Na última terça-feira, 09 de janeiro, a reportagem acompanhou um importante momento administrativo na cidade de Juruaia. Na ocasião, representantes da administração municipal e da diretoria do Hospital Monsenhor Genésio confirmaram a assinatura do contrato para prestação de serviço no ano de 2018. A parceria visa o atendimento no pronto socorro da unidade hospitalar. A assinatura oficial do contrato ocorreu na quarta-feira, 10 de janeiro.

Antônio Márcio dos Reis, chefe de Gabinete do Executivo Municipal, explicou que o Termo de Colaboração firmado entre as partes (prefeitura e hospital) tem o valor total de R$ 1.630.000,00, com o repasse sendo feito duas vezes ao mês. Como o pronto socorro ou pronto atendimento é uma responsabilidade do município, o hospital está ajudando o município a manter este serviço à comunidade. O valor é destinado a suprir todos os encargos, como médicos plantonistas e outras despesas de manutenção. 

A manutenção do pronto socorro é uma situação bastante complexa em muitas cidades da região. Porém, o clima foi de entendimento e harmonia no município de Juruaia, através do prefeito Claudeci Divino de Araújo e diretoria do Hospital Monsenhor Genésio. Márcio Reis explicou que representantes do hospital elaboraram as planilhas de custos, que foram devidamente analisadas. Chegou-se à conclusão que os números apresentados atendiam as necessidades do hospital e a capacidade do município. Portanto, chegou-se tranquilamente a um bom termo.

Vale ressaltar que o pronto socorro do Hospital atende a comunidade local, mas também a uma “população flutuante”. Ou seja, funcionários das confecções oriundos de toda a região e pessoas que visitam a cidade na busca de negócios. Com isso, é possível concluir que a demanda do atendimento é sempre superior ao número de habitantes.

Os valores foram definidos com base em números do final de 2017 e início do novo ano. Portanto, poderá sofrer aditivos, visto que haverá aumento do salário mínimo, o que reflete também nos vencimentos dos funcionários do hospital. Também é preciso considerar aumento no custo com medicamentos e outras situações. 

MELHOR ATENDIMENTO

Renata Giacometti, presidente da administração do Hospital Monsenhor Genésio, confirmou a tranquilidade nas negociações, revelando que foi desenvolvido um trabalho sério e um levantamento minucioso com a ajuda do contador responsável. Acrescentou que a administração do hospital atua com contenção de gastos, priorizando as ações mais importantes e capacitando a equipe de trabalho. Com isso, foi elaborada uma planilha com todo o custo real aproximado. O município, por sua vez, entendeu e concordou com os números apresentados. Renata também confirmou a possibilidade de algum ajuste durante o ano, considerando aumento salarial e nos custos dos medicamentos. “Existe uma porta aberta para que, se necessário for, a gente voltar a conversar”, disse.

Quanto à realidade do pronto socorro, Renata confirmou um intenso trabalho que visa prestar assistência nos três pilares da área de saúde: equidade, integralidade e universalidade. Neste contexto, o atendimento é muito positivo. O acompanhamento dos números é feito mensalmente, sendo que só no mês de maio de 2017 foram atendidas cerca de 1.925 consultas. Um valor considerado muito alto para uma cidade com pouco mais de 10 mil habitantes. 

A diretora considerou que a cidade de Juruaia tem uma saúde de primeiro mundo. Em todas as necessidades da população, as portas do hospital estão abertas para proporcionar o melhor atendimento. Muitas vezes, a população procura diretamente o hospital por já conhecer os médicos plantonistas e manter uma relação de confiança.

Renata comentou que nunca enfrentou dificuldade de negociação com qualquer administração. Mas reconhece as limitações orçamentárias de todo governo. O atual prefeito Claudeci, segundo a diretora, sempre demonstrou interesse no melhor entendimento, demonstrando muita coerência.

Entre as últimas melhorias promovidas, a diretoria destacou a aquisição de um ventilador pulmonar que visa estabilizar o paciente até a abertura de uma vaga em UTI.